fbpx
Artigos

ICL para altas ametropias, por Fábio Marujo e Eliane Mayumi

Uma dica é montar a lente no cartucho antes de realizar a incisão principal

Cirurgias refrativas corneanas para lentes intraoculares (LIOs) fácicas estão amplamente disponíveis para pacientes que desejam independência do uso de óculos e lentes de contato. No entanto, um risco aumentado de ectasia corneana subsequente, por imprevisibilidade biomecânica do colágeno corneano, em casos de alterações pré-operatórias ou pouco estroma residual, pode contraindicar esse método em alguns pacientes.

Além disso, sabe-se que as ablações realizadas em cirurgias refrativas corneanas, mesmo com os perfis atuais, otimizados ou personalizados, induzem aberrações de alta ordem e tratamentos descentrados ou grandes ametropias podem aumentá-las ainda mais. Isso pode causar queixas persistentes e insatisfação de alguns pacientes no pós-operatório.
Alguns modelos de LIOs fácicas apresentaram melhor resultado visual para a correção de altas ametropias em relação ao LASIK, por não acarretarem mudanças na córnea que induzem mais aberrações ópticas. Olhos submetidos a LASIK podem apresentar cerca de três vezes mais aberração esférica e cerca de duas vezes mais coma em relação a lentes intraoculares (LIOs) fácicas. Outra vantagem das lentes fácicas seria a reversibilidade do procedimento, além da possibilidade de combinar outros procedimentos refrativos para correção de ametropias residuais.

NO QUE CONSISTE ESTES DISPOSITIVOS CHAMADOS LENTES INTRAOCULARES FÁCICAS?

Lentes intraoculares (LIOs) fácicas foram introduzidas como alternativa diante de pacientes com moderada a alta ametropia, oferecendo melhora na qualidade visual e independência aos óculos e lentes de contato, e consistem em lentes artificiais implantáveis em pacientes com cristalino intacto. Vários são os modelos que surgiram e saíram do mercado devido a resultados piores e complicações. As lentes mais conhecidas no mercado e atualmente disponíveis no Brasil são:
• Lentes de câmara anterior: Artisan e Artiflex (fabricadas pela Ophtech e distribuídas no Brasil pela Adapt®).
• Lentes de câmara posterior: Implantable Collamer Lens (produzida pela STAAR Surgical e distribuída no Brasil pela AdvanceVision) e Eyecryl Phakic (Biotech®).

Aqui, nesta seção, descreveremos a experiência de nosso serviço com a Implantable Collamer Lens (ICL).

A ICL é uma lente côncavo-convexa, de peça única, implantável na câmara posterior para o tratamento de ametropias em olhos fácicos. Em 1998, Zaldivar et. al. e Davidorf et. al. publicaram os primeiros resultados com a LIO fácica de câmara posterior ICL (Lente Implantável de Collamer, Staar Surgical Co.) para correção de miopias entre -8 e -19 dioptrias esféricas ou de hipermetropia de +4 a +11 dioptrias esféricas.

Autores

FÁBIO IGLESIAS MARUJO

Médico oftalmologista e fellowship em catarata e cirurgia refrativa pela Unifesp-EPM. Mestrado pela Unifesp-EPM. Colaborador do Setor de Óptica Cirúrgica da Unifesp-EPM.

 

 

ELIANE MAYUMI NAKANO

Ex-chefe do setor de cirurgia refrativa – Unifesp/EPM. Consultora do segmento de cirurgia refrativa e lentes fácicas no COEP -SP. Diretora na NEOVISIE Oftalmologia.

 

 

Editor da seção

RICHARD YUDI HIDA

Grupo de estudo em superfície ocular – Universidade de São Paulo (USP). Óptica cirúrgica – Departamento de Oftalmologia – Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Presidente da Sociedade Brasileira de Laser e Cirurgia Oftálmica (BLOSS), gestão 2020.